Menu fechado

Minha parte no Reino

Publicado em:Mensagens,Pastores visitantes

Pr Sebastião P. Moreira (resumo da mensagem de 2/9/18)

Texto bíblico básico: Lc 18.18-23; 19.1-10

Clique para ouvir a mensagem.

Introdução

Para cumprir a parte que me cabe no reino de Deus, preciso estar livre de qualquer participação no reino de Satanás. Não devo considerar nada tão precioso que me impeça de agir no reino de Deus. Preciso abster-me do mundo e priorizar as coisas celestiais. Nossa parte no reino de Deus não é local, mas está em toda parte.

Um exemplo dessa atitude é a de Paulo ao se despedir dos líderes da igreja de Éfeso, em At 20.22-24 (confira!).

A seguir, veremos dois exemplos de atitudes opostas de dois homens em relação ao reino de Deus.

1) O jovem rico (Lc 18.18-23)

O jovem rico, que foi perguntar a Jesus o que deveria “fazer” para entrar no reino de Deus, era alguém bem informado. Quando Jesus lhe disse que deveria cumprir os mandamentos, ele mostrou que os conhecia e que obedecia a eles. No entanto, Jesus não queria apenas o cumprimento de regras, mas uma vida autêntica que motivasse aquilo. Ele deveria:

  1. Negar a si mesmo, abandonando suas ambições pessoais,
  2. Tomar sua cruz, oferecendo sua vida em favor dos outros e
  3. Seguir Jesus.

Nossa parte no Reino é abrir mão dos nossos desejos pessoais. Infelizmente, o jovem rico fracassou nesse aspecto.

A pergunta, então é: O que Deus pede de você? Qual seria o seu ministério?

2) Zaqueu (Lc 19.1-10)

Zaqueu tinha autoridade – ele podia impor a cobrança de impostos, porém não usou essa autoridade, mas se humilhou para poder conhecer Jesus de perto.

Jesus então decide pousar na casa de Zaqueu – mais do que apenas visitá-lo!

Para os espectadores da cena, aquilo foi chocante, mas transformou por completo a vida de Zaqueu.

Assim como Jesus se entregou plenamente em nosso favor, também cabe a nós entregar nossa vida a ele para termos parte no reino de Deus.

O jovem rico era religioso; Zaqueu tornou-se um seguidor autêntico de Jesus.

Ser bem-sucedido na vida é bom, mas nada disso deveria ocupar o primeiro lugar.

Pergunta: Onde está a sua parte no Reino? Quais são os seus obstáculos?